Sexta-feira, 3 de Junho de 2005

Odeio a constituição europeia

É verdade e vou-vos dizer porquê: porque não faço ideia o que seja.

É aqui que me parece importante que os políticos fizessem o seu papel de buffer entre o mundo da governação de países e o mundo das pessoas normais. Servissem de filtro e estudassem o longuísismo documento para depois o explicarem às populações.

É que toda a gente se queixa do mesmo: não sabem o que é a constituição. Claro que a resposta óbvia seria: não sabes o que é, vai ler. Mas já olharam bem para aquilo? Não é só o facto de ser grande, mas sobretudo o facto de estar escrito em politiquês.

O que fazia falta aqui era mesmo um daqueles cadernos europa-américa da constituição europeia e aí, talvez, as pessoas começassem a ter um ponto de partida para formar uma opinião sobre o assunto.

Parece-me que o problema central é que nenhum europeu ainda percebeu qual a vantagem de termos uma Europa unida. Olhem para a desgraça que o nosso país está: um deficit altíssimo, políticos incompetentes, gestores públicos amigos do tacho, uma desorganização selvagem e uma falta de cultura brutal. Em que é que a Europa pode ajudar?

Quando percebermos isso, talvez nos pareça boa ideia...
publicado por pedrocs às 12:29
link do post | favorito
De Anónimo a 6 de Junho de 2005 às 23:46
Acho que, nesta matéria, o problema dos políticos é mais a ignorância própria que qualquer malevolência... Repara que o Louçã é todo anti-Constituição Europeia mas também não discute os pontos que lhe desagradam. Para ele, a dita é má porque é má, como para os outros é boa porque é boa.Marquês de Barrabás
</a>
(mailto:plebeudeb@mailfalso.com)
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.