Sábado, 10 de Maio de 2008

Na terra dos vígaros

Pinto da Costa é um mafioso. Toda a gente acha que ele é um aldrabão e corrupto e não sei mais o quê, mas ele é mais que isso: ele é o Padrinho.

Agora foi provado que untou as mãos de árbitros. Os árbitros foram suspensos durante anos e o próprio Jorge Nuno recebeu uma suspensão, no entanto toda a gente esperava mais... algo mais... por exemplo, que o clube que esse senhor representa, fosse destituído de títulos, despromovido de divisão ou mesmo irradiado do futebol Português.

Ingénuos os que esperavam isso.

Porque o Padrinho nunca deixaria cair em desgraça a Família, é óbvio. E tão óbvio é que o dito clube, nem castigado foi. A menos que chamem ser castigado a perder 6 pontos que não têm qualquer espécie de significado neste campeonato.

Mas o Boavista foi despromovido. O BFC foi despromovido, mas o FCP não. Não se entende porquê.

Há quem queira explicar, mas só entende quem tem como preferência cromática, o azul-e.branco.

Pinto da Costa foi suspenso.

Mas suspenso de quê?

Alguém me sabe explicar? A sua suspensão impedi-lo-à de corromper mais árbitros? Impedi-lo-à de pegar no telemóvel e mandar entregar relógios de ouro? De pagar viagens? De encomendar meninas?

Óbvio que não.

O Padrinho nunca parará e o seu clube continuará a ter muitos e grandes sucessos. Não tenho dúvidas.

O que eu gostava de saber é de onde virá agora a cagança dos adeptos desse clube de futebol. Como conseguirão, agora que está provada a corrupção em tribunal, continuar a acreditar que o Porto ganha jogos apenas e só porque joga bem.

Porque jogam bem, não tenho dúvidas! Mas quando a inspiração falha, nada como um árbitro bem mandado para organizar melhor as contas.

É pena que o nosso país seja uma piada - e ainda por cima se graça. É pena que se cometam crimes e se saia impune. Mas o que é ainda mais lamentável, é que o futebol é só um jogo, mas é espelho do país: quantos autarcas corruptos teremos a aprovar urbanizações? Quantos secretários de estado, quantos deputados? Alguns ministros também, talvez? E funcionários, notários e demais vigários?

É assim, nesta terra...

sinto-me: cada vez mais indiferente
publicado por pedrocs às 21:45
link do post | favorito
|
De anticachim a 4 de Abril de 2009 às 22:31
então isto e o quê....

Todas as escutas 16 Abril 2004
Hora: 10.56
Intervenientes: António Araújo e Augusto Duarte
(cumprimentos iniciais)...
António Araújo (AA) - Olhe, logo à..., precisava, logo à noite, de jantarmos,queria que o amigo jantasse aqui por estas zonas, porque eu tinha aqui, tinha aqui uma obra para ser vista...
Augusto Duarte (AD) - Hum... Hum..
AA - ... e eu precisava, porque... vem o...
AD - O engenheiro para ver isso?
AA - Exactamente, não é?
AD - Pois, mas é que eu logo à noite eu tenho o curso de árbitros, meu querido...!
AA - Logo?
AD - Logo, exactamente. Não tenho hipótese nenhuma...!
AA - E então e amanhã, e amanhã?
AD - Amanhã joga o meu “Braguinha” em casa com o Benfica...” Tem que se levar a mulher
ao futebol...!
AA - Pois é...
AD - Ó meu querido o pedro e um filho da, tenho que levar a mulher ao futebol, senão...
AA - Ah, pois é, pois é, pois é...!
AD - ... senãoo ela despede-me!
AA - E então, mas é que o senhor engenheiro, o senhor engenheiro máximo...
AD - Hum, hum...
AA - ... faz questão de coisa, porque não sei quê, porque... e...
AD - Pois. Hum, hum...
AA - Hã?
AD - Como é que vamos fazer isso?
AA - Não tem nada a ver, não tem nada a ver com..., com o dois. É o número um, não é... ?
AD - Pois, exactamente.
AA - Que é o... que é o gerente de caixa, não é...?
AD - O gerente de caixa, exactamente. Não sei como é que nós vamos fazer isso então, meu querido... É que eu logo não tenho hipótese nenhuma porque tenho o curso de árbitros e agora estamos quase na fase de exame, de hoje a oito, não é?
AA - Exacto...
AD - Portanto, não posso, não posso, de maneira alguma... estar. Amanhã, prometi à mulher que a levava à bola, portanto... Como é que, estamos a ficar apertados...!
AA - Pois é! Pois é!
AD - Pois é!
...(conversa sem interesse para os
autos em investigação)...
AA - E o almoço?
AD - O almoço é capaz de dar, mas o almoço não, não assim muito para o clarão?
AA - Não, porque depois nós vamos ver uma casa...!
AD - Ah, está bem! Está bem! Podemos então combinar isso...! Para o almoço?
AA - Nós vamos ver a casa, vamos ver a casa, a ver se...
AD - Ai vamos, aproveitamos e vemos... Também é mais de dia, consegue-se ver melhor...!
AA - Pois, exactamente, vamos ver a casa...!
AD - Está bem. Está bem. Podemos combinar isso para o almoço...!
AA - E eu agora, agora eu, eu não posso almoçar com um amigo?
AD - Ah, então, pode e deve! Até, você tem, tem que almoçar comigo, que temos que ver aquele negócio, senão nunca mais resolvemos aquele problema!
AA - Exactamente!
AD - Olhe, eu estou a ficar é sem bateria.
AA - Pronto...
AD - Se entretanto for a baixo, liga-me para o outro, que eu estou no outro!
AA - Exactamente! Então fica marcado..., então eu amanhã, eu..., a gente vai-se encontrar a quê? Meio dia, meia hora, uma hora...?
AA - É isso, uma hora!
AD - Ok amiguinho! Aqui, aqui, nesta zona daqui. Eu falo, então. Está combinado!
AA - Está bem. Está combinado, então...!
(cumprimentos finais).

Hora: 14.37
Intervenientes: António Araújo e Pinto da Costa
(cumprimentos iniciais)...
António Araújo (AA) - Olhe, o... o “intendente” tem, tem que..., portanto, tem a responsabilidade de..., lá da vida dele de curso...
Pinto da Costa (PC) - Serviço, sim...
AA - ... e..., portanto, ficou amanhã, ele vem, vem almoçar comigo e depois então a gente encontra-se.
PC - Está bem. Está combinado.
AA - Está certo para o senhor?
PC - Está sim senhor.
(cumprimentos finais).

Hora: 17.09
Intervenientes: António Araújo e Pinto da Costa
(cumprimentos iniciais)...
António Araújo (AA) - Ó senhor presidente! Dava para logo, dava.o pe.. A pessoa, estive a falar com a pessoa novamente... Ele ligou-me agora, e ele...
Pinto da Costa (PC) - Sim, sim...
AA - ... Já dava para logo à noite.
PC - A que horas?
AA - Portanto, eu dez horas para,para as dez e meia, eu estava lá, como, como ontem ficou combinado.
PC - O senhor liga-me antes

AA - Exactamente.
PC - Está combinado.
(cumprimentos finais).

Hora: 21.43
Intervenientes: António Araújo e Augusto Duarte
Augusto Duarte (AD) - Estou?
António Araújo (AA) - Então amiguinho?
AD - Estou a chegar...
AA - Portanto, você já está a chegar aqui na cidade, não é?
AD - Exactamente.
AA - Pronto... e então, eu...
Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

.mais sobre mim

.pesquisar

.Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Multidões súbitas

. Na terra dos vígaros

. Fama.sapo.pt

. O sucesso da inutilidade

. O mártir da época

. CHEGA!

. Fernando Santos, treinado...

. Novo aeroporto

. O Deserto não é a sul do ...

. Aí vem ele outra vez...

.arquivos

. Novembro 2009

. Maio 2008

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds