Quarta-feira, 13 de Julho de 2005

Olha mas que filhos da puta

"Fontes hospitalares americanas no terreno disseram que o incidente matou 24 crianças entre os 10 e os 13 anos. Um soldado norte-americano também morreu. O ataque aconteceu quando um bombista suicida fez explodir a sua viatura próximo de uma coluna militar do exército norte-americano. As crianças rodeavam os militares que lhes distribuíam guloseimas quando apareceu a viatura que explodiu." O que é que eu digo mais...? Faço algum comentário? Nem sei por onde começar.
publicado por pedrocs às 12:00
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De Anónimo a 10 de Agosto de 2005 às 01:38
...não é preciso acrescentar mais nada...mesmo.Vasco Colelho
(http://gunniva5.blogspot.com/)
(mailto:gunniva5@hotmail.com)
De Anónimo a 5 de Agosto de 2005 às 12:04
TENS MUITA RAZÃO...É SÓ HIPOCRISIA

JUNTA OS MEUS "ODIOS " AOS TEUS E ALERTA

VÊ WWW.LATF.BLOGS.SAPO.PTFERREIRA
</a>
(mailto:LUIS.FERREIRA.15@NETVISAO.PT)
De Anónimo a 19 de Julho de 2005 às 15:23
não sabes o que é pior?! era passar uma semana nos EUA imperialistas e outra no afeganistão taliban... podia dar umas luzes...Diabo da Tasmânia
(http://destilo-odio.blogspot.com/)
(mailto:diabodatasmania@hotmail.com)
De Anónimo a 16 de Julho de 2005 às 20:44
Já não sei o que é pior... se os imperialistas ocidentais, se os extremistas islâmicos. Sinceramente... estou cansado disto tudo.macacoraivoso
(http://odio.blogs.sapo.pt)
(mailto:macacoraivoso@sapo.pt)
De Anónimo a 15 de Julho de 2005 às 14:15
É uma barbárie, sem dúvida. É o que acontece quando tanta raiva e a estupidez toldam a visão de quem faz actos tão estúpidos.

Por mim era preferível que uns (americanos e ingleses por exemplo) fossem matéria. E outros anti-matéria. Ao darem um aperto de mão desapareceriam da face da terra. Ponto final.Dito Cujo
(http://ditocujo.weblog.com.pt/)
(mailto:ditocujo@gmail.com)
De Anónimo a 14 de Julho de 2005 às 00:14
Qaundo vejo estas noticias a 1.ª coisa que me vem à cabeça é um lança-chamas. Porque será? Será só ódio ou mais do que isso?Diesel
(http://acido2.blogspot.com)
(mailto:diesel72@sapo.pt)
De Anónimo a 13 de Julho de 2005 às 14:54
Eu odeio os Ursos Pardos e o seu líder, o George WC Bush.Andesman
(http://opalanegra.blogs.sapo.pt)
(mailto:zedegois1@sapo.pt)
De Anónimo a 13 de Julho de 2005 às 14:44
Tive uma ideia. E que tal se juntares esses filhos da p***(bombistas) aos teus ódios de estimação?Alguem
</a>
(mailto:???@mail.pt)
De Zé da Mula a 11 de Janeiro de 2007 às 10:59
A Guerra do Iraque começou pela ganância norte americana, que desejava conquistar o petróleo iraqueano que lhe estava a fugir para as empresas francesas e russas. As congéneres norte amerianas estavam a ficar de parte desde a 1ª. guerra do golfo.
Assim, a pretexto de uma mentira, confirmada antes e depois da guerra, os americanos invadiram o Iraque contra a vontade da própria ONU, embora apoiados por alguns países seguidistas de todas as decisões americanas.

A UE não teve a coragem de opor-se e alguns dos seus países estiveram de acordo com a invasão.

Aos iraquianos não havia oposição possível contra a única super potência do Século XXI. Foi cair-lhes milhares de bombas em cima e esperar.

Agora a única possibilidade que lhes resta é a dos ataques terroristas que até têm tido os seus efeitos: Depois de já cerca de 2.000 baixas nos SOLDADOS AMERICANOS, a opinião pública americana sobre a guerra no Iraque mudou e aí estão os resultados nas recentes eleições americanas que os Repúblicanos perderam.

O EUA fizeram uma das grandes vergonhas da História recente: invadiram um país a pretexto de uma mentira, prederam o seu dirigente máximo e entregaram-no aos seus inimigos para o julgarem.

Se os americanos procurassem que fosse feita justiça, Sadam teria sido entregue ao Tribunal Internacional em Haia, para que fosse aí julgado! Mas isso era demasiado incómodo, pois a colaboração americana poderia ser associada a muitos dos crimes cometidos pelo réu. Por isso, após a sua captura, optaram por entregá-lo aos seus chiitas, seus inimigos para que o "julgassem". "Julgamento" que levou a que 3 dos seus advogados fossem assassinados, sabe-se lá por quem (nem interessa saber)? Por fim foi réu foi óbviamente condenado à pena capital e executado.

Agora põe-se outra questão: a UE é contra a pena de morte e condenou já o processo de julgamento e execução do ditador, por isso a UE deveria ser coerente e retirar todas as suas tropas daquele país e deixar o problema a quem o criou, aos americanos.

É preciso muito ódio e a muita coragem para praticar o suicídio, na espectativa de levar consigo para o além um soldado inimigo que seja.

Outro efeito que estes ataque terroristas tiveram foi o de fazerem recuar os EUA relativamente a outras aventuras que se perfilavam já no horizonte: A seguir talvez fosse o Irão, ou a Coreia do Norte, ou a Síria..


Comentar post