Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009

Multidões súbitas

Odeio multidões súbitas.

Pronto, ok, eu odeio multidões, mas as súbitas dão-me uma raiva muito particular... E o que são multidões súbitas? Eu exemplifico:

Estação de comboios do Pragal, 10 da manhã. Subo a escada e na plataforma estão, na pior das hipóteses, cinco gatos pingados. A hora já não é fresca, a maioria das pessoas já foi para Lisboa e ainda por cima acabou de passar o comboio das 9:59.

Faltam 19 minutos para o próximo comboio. Encosto-me a uma parede a ler ou algo parecido. Em pouco menos de um fósforo, toda a população do Concelho de Almada está naquela plataforma. E todos com um ar muito decidido como se o objectivo deles fosse estar ali para apanhar o comboio.

Pronto, esse é, de facto, o seu objectivo, mas porra, ainda há cinco minutos atrás estava só eu e os tais cinco badamecos em cima daquela plataforma à espera do comboio! Subitamente, formou-se uma multidão de anormais que não têm mais nada para fazer na vida senão chatear-me!

Outro exemplo? Fácil: chego ao trabalho, pico o ponto, chamo o elevador. Não está _ninguém_ no átrio quando carrego naquele botão. Assim que carrego no botão, o sinal dos torniquetes começa uma sinfonia furiosa de bips e é só malta a entrar! Inacreditável! Em menos de um minuto estão 40 parvalhões de pescoço torto a olhar para o painel dos elevadores.

Mas que grandessíssima porra, ainda há 30 segundos estava eu sozinho ali! E mais: se chega um elevador qualquer, enfiam-se lá dentro e eu, que por acaso até já estava ali, fico apeado.

Não, nem pensar. Quando se forma uma multidão súbita no átrio dos elevadores, dirijo-me imediatamente para as escadas.

E é por isso que todos os dias subo cinco andares.

Odeio multidões súbitas!

sinto-me: Com ódio!
música: Air - "Venus"
publicado por pedrocs às 11:36
link do post | comentar | ver comentários (22) | favorito
|
Sábado, 10 de Maio de 2008

Na terra dos vígaros

Pinto da Costa é um mafioso. Toda a gente acha que ele é um aldrabão e corrupto e não sei mais o quê, mas ele é mais que isso: ele é o Padrinho.

Agora foi provado que untou as mãos de árbitros. Os árbitros foram suspensos durante anos e o próprio Jorge Nuno recebeu uma suspensão, no entanto toda a gente esperava mais... algo mais... por exemplo, que o clube que esse senhor representa, fosse destituído de títulos, despromovido de divisão ou mesmo irradiado do futebol Português.

Ingénuos os que esperavam isso.

Porque o Padrinho nunca deixaria cair em desgraça a Família, é óbvio. E tão óbvio é que o dito clube, nem castigado foi. A menos que chamem ser castigado a perder 6 pontos que não têm qualquer espécie de significado neste campeonato.

Mas o Boavista foi despromovido. O BFC foi despromovido, mas o FCP não. Não se entende porquê.

Há quem queira explicar, mas só entende quem tem como preferência cromática, o azul-e.branco.

Pinto da Costa foi suspenso.

Mas suspenso de quê?

Alguém me sabe explicar? A sua suspensão impedi-lo-à de corromper mais árbitros? Impedi-lo-à de pegar no telemóvel e mandar entregar relógios de ouro? De pagar viagens? De encomendar meninas?

Óbvio que não.

O Padrinho nunca parará e o seu clube continuará a ter muitos e grandes sucessos. Não tenho dúvidas.

O que eu gostava de saber é de onde virá agora a cagança dos adeptos desse clube de futebol. Como conseguirão, agora que está provada a corrupção em tribunal, continuar a acreditar que o Porto ganha jogos apenas e só porque joga bem.

Porque jogam bem, não tenho dúvidas! Mas quando a inspiração falha, nada como um árbitro bem mandado para organizar melhor as contas.

É pena que o nosso país seja uma piada - e ainda por cima se graça. É pena que se cometam crimes e se saia impune. Mas o que é ainda mais lamentável, é que o futebol é só um jogo, mas é espelho do país: quantos autarcas corruptos teremos a aprovar urbanizações? Quantos secretários de estado, quantos deputados? Alguns ministros também, talvez? E funcionários, notários e demais vigários?

É assim, nesta terra...

sinto-me: cada vez mais indiferente
publicado por pedrocs às 21:45
link do post | comentar | ver comentários (31) | favorito
|
Sexta-feira, 30 de Novembro de 2007

Fama.sapo.pt

Num mundo onde a merda supérflua é tida como informação é bom ver como sites como o vosso que incentivam esse tipo de procura de informação cresçam e apareçam.

Gostei de saber que a clara não sei das quantas anda á pancada com a moura guedes e que a cristina aguillera está grávida. Hoje sinto-me mais rico e feliz!

 Façam do mundo um sitio melhor! Deixem de existir!
sinto-me: um santo
música: Stevie Wonder - Living for the city
publicado por nmerdas às 12:57
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Novembro de 2007

O sucesso da inutilidade

No dia 14 de Julho de 2006 (há quase ano e meio, portanto), escrevi um post intitulado "morangos com merda ", sobre esse fenómeno des-cerebrado que é a novela da TVI "morangos com açúcar".

É uma coisa que não merece atenção, mas como este não é o blog do desprezo, mas o do ódio, pareceu-me que a coisa merecia um post .

E que post .

Não interessa se o post em si era bom, interessante, correcto, afirmativo, superlativo ou qualquer outro adjectivo. O importante aqui é ter a noção de que praticamente todos os dias chegam novos comentários a esse post .

Sim, o post tem mais de um ano. E sim, eu disse que chegam comentários novos  quase todos os dias.

Infelizmente, os blogs do SAPO não oferecem (ainda), uma forma de eu saber quantos comentários tenho num post e, certamente, não me vou dar ao trabalho de os contar. No entanto é fácil ver que são 16 páginas de comentários. Dezasseis páginas.

E que fabulosa amostra da mediocridade nacional que aquele conjunto de comentários é!
sinto-me: Shinobi
música: Lamb - "Just is"
publicado por pedrocs às 11:47
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Sexta-feira, 14 de Setembro de 2007

O mártir da época

Eu nunca tenho problemas quando as coisas correm mal. Não preciso de mudar de opinião, porque já odeio toda a gente.
E o mesmo se passa com esse passarão do Scolari que sempre teve cara de rufia e que finalmente lá mostrou a sua face.
Se diz que se Portugal não for ao Euro, todo o país perde, então como justifica aquele sopapo à menina que assentou no Sérvio?
Quer ser ele, sozinho, a prejudicar "todo o país"?
De qualquer maneira nada disso me interessa, o que eu não suporto mesmo é que o melhor treinador do mundo seja português - chama-se Mourinho - e que nós tenhamos que levar com um brazuca acabado como seleccionador.
O que fez o Scolari pela selecção que realmente conte? Nada. Nem a porra do europeu organizado em casa, ele foi capaz de ganhar. A única coisa que parece interessar-lhe é ajudar conterrâneos a obter passaportes portugueses para poderem jogar na nossa selecção, já que na do país de origem deles, ninguém os quer.
Não se iludam: eu também odeio o Mourinho, mas ele é o único que faz sentido ter à frente da Selecção neste momento.
E mais: o futebol internacional entre nações não devia permitir treinadores estrangeiros. Se todos os jogadores têm que ter nacionalidade da selecção que representam, porque é que os treinadores podem ser estrangeiros? Não faz sentido.
Defendo que todos os jogadores e treinadores tenham que ser nascidos no país que representam e acabou!
Odeio esta palhaçada toda.
sinto-me: Esfomeado
publicado por pedrocs às 10:33
link do post | comentar | ver comentários (31) | favorito
|
Quinta-feira, 30 de Agosto de 2007

CHEGA!

Já escrevi sobre isto uma vez, portanto não me vou alongar.
Hoje de manhã vi nas notícias que Pepe já tem passaporte português e poderá ser convocado à selecção Nacional em breve.
NÃAAAAAO! CHEGA! JÁ BASTA!
Um treinador brasileiro, uma estrela da companhia brasileira e agora...? OUTRO brasileiro?!
Já chega, foda-se! Se não conseguem jogar na selecção Brasileira, PACIÊNCIA!
Se continuam a nacionalizar-se para jogar na selecção Portuguesa, daqui a nada, mais vale irmos apoiar a selecção do Burkina Faso, que deve ter tantos portugueses como a nossa.
Mas que porra!
Se o seleccionador fosse Suiço, será que começaríamos a ter Suiços a nacionalizar-se para poderem jogar na selecção Portuguesa?!

Ca granda fantochada!

sinto-me: Doente com esta idiotice
música: Freedom - Rage agains the machine
publicado por pedrocs às 12:14
link do post | comentar | ver comentários (22) | favorito
|
Terça-feira, 21 de Agosto de 2007

Fernando Santos, treinador mais triste de Portugal

Desde que conheci o Fernando Santos... creio que como treinador dos lagartos... ou foi dos tripeiros? Não me lembro, mas desde que o conheci que o odeio.
É um homem com uma cara triste, semblante sempre preocupado e uma pele macilenta e descolorada.
Quando o Benfica o contratou para treinador, fiquei surpreendido: mas então, o Camacho não está desempregado? Porque é que foram contratar o treinador mais triste do mundo?
Não percebi. Acho que ninguém percebeu.
O tristonho veio, só fez merda, perdeu tudo o que havia para perder e pôs a equipa a jogar como um bando de pacientes clinicamente deprimidos do Miguel Bombarda.
E ainda por cima, o gajo diz-se surpreendido por ter sido despedido. Diz que não acha normal despedir um treinador que há 15 dias ganhou o torneio do Guadiana (essa bela trampa), e um jogo para a Champion's.
Bom, assim sendo, deviam era dar um carro novo ao Rui Costa, porque se alguém ganhou o jogo, foi ele.
Portanto, odeio o Fernando Santos três vezes. Primeiro: porque ele é odiável, depois porque ele andou um ano a empatar o Benfica e finalmente porque se foi embora.
Eu explico: é que eu fiquei contentíssimo por ele se ir embora.
E EU ODEIO ESTAR CONTENTE!
sinto-me: ÓDIOOOOOOOOO
música: "Tubular Bells" - Mike Oldfield
publicado por pedrocs às 17:51
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Quarta-feira, 13 de Junho de 2007

Novo aeroporto

Odeio o novo aeroporto, seja ele onde for. Por mim, podem construir o aeroporto no Cacém, que eu vou odiá-lo na mesma. Odeio que se passe o tempo todo nesta trampa de país a falar das mesmas coisas.

Isto não é discutível. A localização do aeroporto não interessa a ninguém de nós. Nós, portanto, as pessoas que andam na rua, nos transportes públicos, que trabalham em escritórios ou lojas, que ganham pouco ou aquilo a que se chama "razoavelmente". Aquilo a que eu chamaria "povo", se isso não soasse comuna demais para o meu gosto.

Odeio comunas.

O novo aeroporto só vai servir para um grupo selecto de portugueses ficarem cheios de narta. E mais nada. E a luta toda sobre onde é que aquela merda vai ser não tem absolutamente nada a ver com desertos, com infra-estruturas, com proximidade a Lisboa ou sequer com impacto ambiental.

A localização do novo aeroporto tem única e exclusivamente a ver com exploração de propriedade. É preciso imaginar onde é que há mais terreno propício para construção e de onde se consegue retirar maior lucro com a exploração imobiliária (entre outras, claro).

E depois é preciso tentar perceber quem é que pode comprar terra em que zona e quem são as pessoas que defendem uma e outra localização e qual a sua posição em empresas imobiliárias, construtoras, cimenteiras, bancos, seguradoras, etc.

Esta merda não tem NADA a ver com aviões, meus amigos!

E enquanto o povinho anda a discutir sobre se a Ota é muito longe ou se Alcochete faz mal aos passarinhos, ninguém se lembra de pensar nos bolsos que se vão encher à conta de mais uma obra de ricos num país de pelintras.

E acreditem que a história do deserto e dos camelos só ajudou à distracção. Aliás, cá para mim, o discurso do Mário Lino foi editado para ser o mais ofensivo possível e noticiado em primeira mão por um meio de comunicação social, que pertence a um grupo económico que, graças à polémica gerada, conseguiu que fossem efectuados estudos que indicam que - se calhar - Alcochete até é um melhor sítio para um aeroporto novo.

E se forem lá cheirar, se calhar... mas só se calhar - que eu não sou nada paranóico - o mesmo grupo económico dono do tal canal de televisão ou jornal ou lá o que foi, tem um qualquer direito de preferência sobre uns terrenos bem bestiais ali para os lados de Alcochete.

Enfim, odeio toda esta corja de filhos da puta.
sinto-me: Enjoado
publicado por pedrocs às 01:38
link do post | comentar | ver comentários (23) | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Maio de 2007

O Deserto não é a sul do tejo...



é no topo da tua cabeça (em massa cinzenta e em cabelo).

Mas que 'gandas' palhaços nos temos no nosso país e a governarem-no ainda por cima!
sinto-me: Punisher!!!
música: Enter Sandman - Mettalica
publicado por nmerdas às 16:17
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
|
Segunda-feira, 5 de Março de 2007

Aí vem ele outra vez...


Photobucket - Video and Image Hosting

...com as suas paneleirices do mar e o sei lá mais o quê!!!
sinto-me: A olhar por Gotham City
música: I wanna be sedated - The Ramones
publicado por nmerdas às 11:30
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Multidões súbitas

. Na terra dos vígaros

. Fama.sapo.pt

. O sucesso da inutilidade

. O mártir da época

. CHEGA!

. Fernando Santos, treinado...

. Novo aeroporto

. O Deserto não é a sul do ...

. Aí vem ele outra vez...

.arquivos

. Novembro 2009

. Maio 2008

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds